Blog da ABRASCOND

Blog sobre o universo condominial, feito pela ABRASCOND

Muito prazer! Sou o seu Síndico

A Profissão Síndico – Visão Geral

Por Ronaldo de Araújo*

A princípio, o síndico é o representante legal do condomínio, seja residencial, comercial ou misto, uma atividade definida pelo art. 1347- Código Civil. Mas, podemos ir mais além, uma vez que ele reúne interesses e objetivos dos condôminos, o síndico é responsável por toda a gestão, administração, receitas e despesas, planejamento, manutenção de todos os espaços, entre outras atividades que vamos expor em detalhes nos próximos capítulos: Se o Condomínio fosse uma empresa, o Síndico seria o CEO do condomínio!

Com o crescimento das cidades, crescem todos os problemas, seja falta de segurança, falta de mobilidade, entre outras situações presente nas grandes cidades. Com essa problemática, a engenharia e arquitetura pensam os condomínios com todos os serviços que os condôminos não precisem sair para buscar os serviços básicos, isso sem contar com os condomínios clubes que oferecem muito conforto e comodidade, com muitas unidades, seguindo essa tendência os condomínios criados a alguns anos estão procurando se adaptar a essa nova realidade.

Sendo assim, aquela figura de um senhor bravo, nervoso, aposentado, pouco aberto ao diálogo, ficou no passado. O perfil do síndico atual vem junto com uma série de atribuições que cabe muito pouco a rigidez – e sim é preciso ter flexibilidade e capacidade de adaptação para encarar essa nova realidade.

Estreitando a apresentação: o chamado para ser síndico, vem de uma ligação com a habilidade de administração, somado à proatividade e com toques de liderança. Mas, claro, não se nasce síndico, torna-se um, uma vez que esse gestor terá que ter conhecimentos ao menos básicos sobre leis, legislação trabalhista, normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), segurança e higiene.

Quais os desafios de um síndico?

Centenas de pessoas – às vezes, milhares – vivendo em um mesmo espaço, muitas vezes com ideias e estilos de vida diferentes. Para que, com tantas diferenças seja possível estabelecer um denominador comum, que reúna um pouco de cada expectativa se faz necessário uma gestão, e no caso dos condomínios, essa figura central é o Síndico.

Portanto é nele que fica concentrada a gerência do condomínio, que passa por funções e habilidade, rotinas desenvolvidas por conhecimentos específicos, e convergência dos interesses dos condôminos e, esse é o grande desafio, o desenvolvimento da liderança e o conhecimento do comportamento humano se faz fundamental.

O síndico precisa entender, primeiramente para quem fala, alinhar as expectativas e agir estrategicamente. Uma boa dica, e que abordaremos nas próximas páginas, é se debruçar na tarefa dos grupos sociais, e assim conseguir clareza para entender como funcionam e estabelecer comunicação e gestão adequada.

Por outro lado, mais técnico e pragmático, o síndico precisa estar atento às mudanças constantes que regem a sociedade tanto comportamentais, legislativas, ambientais e tecnológicas.

Por que você quer ser síndico?

Antes de você iniciar ou continuar no cargo de síndico é muito importante responder essas perguntas:

Por que você que ser ou continuar como Síndico?

Essa atividade ou profissão está em alinhamento com o seu propósito de vida?

Eu desenvolvo a sindicatura em concordância com os meus valores?

Muitos querem ser síndicos orgânicos para contribuir com o condomínio e valorização do seu investimento, lugar onde mora, excelente objetivo. Outros querem ser síndicos profissionais por perceber que a profissão traz excelentes ganhos financeiros, infelizmente já começa com uma visão distorcida, talvez com esse pensamento poderá ser um profissional com poucos resultados e não aguentar a pressão dessa atividade estressante e, com isso, não terá os ganhos dos bons profissionais que amam o que fazem, independente do segmento que atuam.

Fica a dica, se você é uma pessoa que gosta de pessoas, do desenvolvimento contínuo de competências, irá precisar estar em constante desenvolvimento, tem habilidades para desenvolver processos e planejamentos, aceita feedback principalmente os negativos, gosta de seguir regras e procedimentos e gerir projetos. Você está na profissão certa! Pode continuar, não pelos ganhos financeiros mais sim, você tem as competências necessárias para ser um (a) síndico (a) de sucesso e assim obter excelentes resultados.

*Ronaldo de Araújo, Diretor Pedagógico da ABRASCOND,
Síndico Profissional, Formado em Direito, Contabilidade, Especialização em Desenvolvimento de Pessoas – Coach, PNL e Assessment DiSC, Diretor do Grupo i3G Serviços Condominiais.

Anúncio:

One thought on “Muito prazer! Sou o seu Síndico

  1. Texto bem esclarecedor, realmente o síndico de hoje tem que ser extremamente competente pois há uma década novas leis surgiram, novos cargos e a cobrança dos condôminos em preservar o seu patrimônio exige muito do síndico. Parabéns pela visão que deu para quem quer ser síndico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *